Portal da Minhoca

Curso de Minhocultura 1.16

Nos dias 14 e 15 de março de 2016, no Hotel Serrana, localizado na região central de Belo Horizonte, a Minhobox organizou o primeiro Curso de Minhocultura do ano.

Embora havia quem buscasse por conhecimentos biológicos em minhocas, o perfil majoritário dos participantes era o de pessoas interessadas em empreender na minhocultura seja para gerar uma atividade que lhes desse rendimentos extras ou como forma de ocupação para a aposentadoria.

Dividido na parte teórica durante todo o sábado e na parte prática na manhã de domingo, o evento repassou a larga experiência da Minhobox de vinte e dois anos em gerar novos empreendedores na minhocultura através de tecnologias alternativas ao método tradicional de criação de minhocas em canteiros.

 

curso116

 

O zootecnista da Minhobox, Afrânio Augusto Guimarães, mais uma vez repassou aos cursistas sua vasta experiência de mais de duas décadas em implantar minhocários e em propor inovações tecnológicas que aumentam a produtividade da minhocultura.

 

curso116

 

O prelecionista propôs aos cursistas a adoção de diversas outras espécies de minhocas que não somente a vermelha-da-califórnia (Eisenia andrei), a minhoca cosmopolita universalmente utilizada em projetos de recilagem de lixo orgânico por causa de sua adaptabilidade.

 

curso116

 

Na tela de projeção, se apresentava uma Estação de Tratamento de Esgoto como fonte fornecedora de matéria-prima para abastecer uma minhocultura, uma alternativa ecológica e rentável de aproveitamento dos efluentes, muitas vezes escoada em cursos d’água.

 

curso116

 

Sob a supervisão do colaborador Domingos Sávio, a turma foi dividida em grupos para participarem da parte prática: periodicamente, uma bandeja lhes era apresentada com espécies de minhocas, tipos de substratos, predadores de minhocas, produtos da minhocultura, dentre outros.

 

curso116

 

Um dos grupos observava tipos diversificados de resíduos orgânicos com potencial de uso para suprir minhocários. No canto da bandeja, havia rodelas plásticas utilizadas para desagregar substratos tipicamente densos, como o esterco de coelhos, por exemplo.

 

curso116

 

Ao final do evento, os participantes provenientes de norte a sul do Brasil e, curiosamente, nenhum deles belo-horizontino, se juntaram para tirar a fotografia que registrou a primeira turma formada no ano.