Portal da Minhoca

TÉCNICA MINHOBED

     O Minhobed é o sistema de minhocultura horizontal  em colchões plásticos  criteriosamente  desenvolvido em conformidade com as exigências biológicas das espécies de minhocas que possuam potencial de exploração comercial. O método, que se beneficia das principais vantagens da técnica de criação industrial de minhocas em caixas, tem custo menor de implantação.

           O Minhobed, indicado aos projetos maiores de reciclagem de resíduos orgânicos sem limitação de espaço para abrigá-los, se apropria a duas versões de produção mensal: só húmus ou minhocas e húmus.

           A técnica desenvolvida pela equipe de zootecnistas da Minhobox apresenta vantagens em relação aos métodos tradicionais de criação de minhocas em canteiros e em recipientes improvisados:


 Eliminação do peneiramento

     A exemplo do método de criação em caixas, as minhocas se transferem voluntariamente de um substrato consumido por elas para um outro abastecido de mais alimento e com umidade mais elevada. A passagem das minhocas entre colchões se faz em poucas horas, usando-se de cestos telados que eliminam a tradicional catação e o peneiramento para separação de minhocas.   

 

 

 Maior produção de minhocas 

     Os módulos de minhocários priorizados para a obtenção de minhocas adotam a densidade populacional por espécie que maximiza os índices reprodutivos. Além disto, se utiliza substrato com qualidade nutricional, granulação e umidade propícios à reprodução. O ninho de minhocas, uma patente da Minhobox, é um artifício que atrai as matrizes, intensifica os acasalamentos e concentra a postura dos casulos.   

 

 Controle zootécnico efetivo

  Através de um calendário zootécnico, o minhocultor passa a ter controle da rotina de serviços: os pinos têm cores diferentes e são fixados em orifícios dos dias das tarefas ao longo do mês. Também pela Internet, o criador ganha um ambiente individualizado para lhe indicar os passos da produção e fazer seus registros, permitindo ao suporte técnico da Minhobox acompanhar a condução do minhocário.

   

Impedimento eficiente contra predadores 

   Em regiões em que ocorrem espécies de formigas-predadoras, planárias e sanguessugas, além da impossibilidade de entrada pelo fundo completamente fechado do tabuleiro, um pó não químico fixado periodicamente nas laterais dos colchões estabelece uma barreira física contra a subida destes animais. Contra o ataque de aves, as capas dos colchões impossibilitam o acesso ao substrato para procurarem minhocas.  

 

Dispensa de reidratações 

    Abrigados em instalação coberta e protegidos por capas dobráveis que permitem o arejamento e abrandam o ressecamento excessivo de seus conteúdos, os colchões preservam a umidade durante todas as etapas da produção. As reidratações freqüentes da técnica de canteiros, além deslocar minhocas para sentidos indesejados, diminuem a porosidade do substrato e acrescem os custos de produção.  

 

Mobilidade do minhocário

   Com desmonte e empilhamento práticos, o Minhobed permite ao minhocultor transferir o criatório para outras instalações dentro de uma mesma propriedade ou até para outros locais mais distantes. Além disso, o minhocário, por ser completamente desmontável, passa a ser um bem comercializável, condição distinta dos canteiros cravados no solo, construídos geralmente em alvenaria. 

 

Proteção do húmus contra pragas 

    A capa dobrável que cobre os colchões permite que o substrato seja humificado pelas minhocas sob proteção contra a invasão de formas propagadoras de ervas daninhas. O húmus obtido, ao contrário do produto final obtido pelo método tradicional, não se infesta de sementes das coberturas de vegetais mortos usadas para cobrir os canteiros e nem das espalhadas pelo vento ou carregadas por fezes de pássaros.  

 

Praticidade na montagem 

     Formado todo por componentes plásticos, o colchão é montado e desmontado, conforme a etapa do manejo, com simplicidade. O conjunto de tirantes, hastes e estacas se encaixam no tabuleiro para mantê-lo conformado durante a atividade das minhocas. A capa dobrável alterna as posições de estirada, para proteger o substrato contra o ressecamento, e de dobrada, para se permitir o acesso ao conteúdo do colchão.  

 

Durabilidade elevada 

     Embora o manejo do Minhobed mantenha os colchões intocados durante quase todo o mês e dispense o uso de ferramentas pontiagudas e cortantes, a durabilidade de seus componentes é notável: o tabuleiro é fabricado em plástico grosso e de alta densidade, resistente às perfurações, rasgamento e insolação, os tubos que o moldam têm parede espessa e os encaixes são rígidos.  

 

Rentabilidade superior 

    Por reduzir mão-de-obra com os serviços rotineiros — dispensam-se a catação de minhocas, as regas, o peneiramento e o combate aos predadores — aproveitar melhor a matéria-prima para suprir o minhocário, obter húmus e minhocas com qualidade superior e permitir o cumprimento de entregas programadas mensalmente, o Minhobed se torna mais produtivo e rentável que a minhocultura em canteiros.  

 

Organização notável 

     A condução do sistema de minhocultura em colchões é muito organizada: uma plaqueta-calendário e um website definem e registram as datas da inoculação das colônias, da passagem das minhocas entre colchões, da incubação dos casulos, da transferência dos filhotes, da colheita de húmus e minhocas. A distribuição numérica dos colchões na instalação é estratégica para se facilitar o rodízio das minhocas entre eles.  

 

Aproveitamento maior da matéria-prima 

     Adotando a densidade correta de minhocas e lhes oferecendo condições favoráveis para atuação, a transformação do substrato em húmus se torna mais completa nos colchões. A transformação em húmus nos sistemas convencionais de minhocultura, por se processar com maior lentidão, diminui a qualidade do substrato e provoca um decréscimo no consumo, ocasionando desperdícios de matéria-prima.